Neste último final de semana realizamos a saída VIP a bordo do BOTERÃO para nossos amigos João Rafael e Gleice Tobias e mais a companhia da rainha dos bolos Rose e nosso presidente Enzo.

João e Gleice realizavam as atividades das águas abertas de Avançado e Deep Diver, respectivamente.

Chegamos na sexta feira à noite, por volta de 21:30 hs, na pousada em Rifaina. Todos acomodados, fui dormir cedo, assim que descarreguei a camionete.

Logo cedo o sol brilhava no alto das montanhas ao Sul de Minas Gerais e refletia nas límpidas águas da represa de Estreito, mostrando-nos o caminho ao nosso destino de mergulhos da manhã.
Mas antes um delicioso café à moda mineira na companhia de uma família de sagüis. Presenteei-os pedaços de mamão. Foi uma alegria só. Yumi, nossa mascote e “cão de guarda” ficou doida com a bagunça.

Embarcamos no BOTERÃO por volta das 8:30 hs. Agora nossa embarcação ficou completa, pois instalamos uma churrasqueira naval a bordo. Churrasco onde desejarmos.. Uhuu !!!

Partimos, então, para dois mergulhos no Ponto dos Mandis. A água de Estreito já está voltando ao seu normal e pegamos água limpa e quente (15 metros de visibilidade com 28ºC de temperatura). Um espetáculo !!!!

Fizemos duas imersões uma de 25 metros e 49 minutos de fundo e outra de 33 metros com 51 minutos de fundo onde realizamos os exercícios de navegação , profundo e busca e recuperação.
Depois partimos para um turismo sub. Visitamos o salão J&M e subimos por dentro de uma das chaminés do Canyon dos Mandis. Entramos na chaminé aos 33 metros , subimos até o topo saindo a 6 metros . Do fundo já enxergávamos a saída tamanha a visibilidade dentro da chaminé. Um show a parte.

Fim dos mergulhos, fomos realizar um passeio em alta velocidade para sentirmos o vento no rosto e a alma repleta de felicidade. Apoitamos na Prainha para um delicioso churrasco com direito a pão de alho, alcatra, maminha, lingüiça e bebidas. Praia particular, sol, dia quente, amigos e “churras” …… após dois maravilhosos mergulhos. O que se pode pedir mais?
Era o nosso “esquenta” para os mergulhos noturnos.

Tratamento VIP para nossos privilegiados amigos.

Depois da manhã e tarde maravilhosos retornamos a praia da pousada. Hora de nos prepararmos para o mergulho noturno. E que mergulho… Foram 49 minutos na Ponte Nova onde visitamos os diversos atrativos sub que foram afundados montando um cenário muito divertido: o MONZA SLE, as estátuas de Jesus cristo e Nossa Senhora Aparecida, o Gnomo, a bicicleta e o escritório de informática com computador e impressora.

O mergulho surpreendeu pela quantidade de traíras e camarões que estão tomando conta de Estreito.
São tantos camarões que ao retornar da imersão, Murilo que acabara de montar uma armadilha na frente da base de mergulho, pegou mais de 2 kg de camarões em 30 minutos. Petiscos para o Domingo.

O mergulho foi show. A água estava uma delícia e João e Gleice saíram da água com um sorriso de orelha a orelha.
Banho tomado… lá fomos nós para a festa junina de Santo Antonio na cidade. Estava lotada, não havia lugar para sentar.

Passeamos e fomos desfrutar de um prato típico da cidade: Traíra desossada com direito a caipirinha de maracujá e morango.
6 hs da manhã. Acordei para o nascer o Sol em Minas Gerais. Imperdível. Um espetáculo gratuito e diário, mas que poucos dão valor. Não perco um lá em Rifaina.

Às 7:30h todos estavam de pé tomando café.

Bora…. para mais dois mergulhos. Fizemos a primeira imersão na Ilha do Amor. A represa está cheia, o nível da água subiu uns 2 metros que encobriu boa parte das pedras ao redor da ilha e a praia da Ilha secundária. A água esta cada vez mais limpa. Já dava para notar a diferença do dia anterior. Fizemos um mergulho de 49 minutos a 23 metros.

A segunda imersão foi na Ponte Velha. Amarrei o BOTERÃO bem em cima do DODGE DART que esta sob a ponte submersa a 10 metros de profundidade. Dali partimos para nossa última imersão do dia. Chegamos ao fundo de 29 metros, fizemos um percurso no cabo e seguimos avistando traíras, tucunarés e muitos, mas muitos camarões. Subimos para seguir pela ponte até o seu final do lado de Minas Gerais, fizemos mais um passeio pelo carro e retornamos à superfície com alma leve e felizes da vida.

Nos intervalos de superfície, Rose, Enzo e Yumi ficavam nadando e curtindo “nossa guarda- costas” . Nossa mascote não se conteve em ver Enzo e Rose na água e se atirou em um mergulho radical para se juntar a trupe. Eita companheira !!!

E assim terminou mais um final de semana perfeito repleto de diversão e amizade.
Até a próxima visita BOTERÃO.

Obrigado João e Gleice pela ótima companhia.

Um beijo a todos e fiquem na Luz

Joe