Centenas de milhas navegando na imensidão do Atlântico ao longo da costa Nordestina.

Como teto o céu….  e como piso o mar.

Acordar, tomar café vendo o sol nascer, mergulhar, descansar, lanchar, mergulhar, almoçar, descansar, mergulhar, lanchar, mergulhar,  tomar um delicioso banho e ir dormir ao sabor do balanço do mar.

Nos intervalos… uma boa conversa e contemplar a magia e belezas do Atlântico de nosso abençoado Nordeste… Água cristalina (40 metros de visibilidade), quente (28ºC) e com vida abundante.

Assim  é a  Expedição Nordeste.

Assim foi o reveillon de uma turma muito privilegiada: Luciana Rahal, Anistela, Marcelo Possidonio, Ademir, Ana, Edy, Koga, Cris,  Aun  e eu.

20 mergulhos realizados com a presença de tubarões (em um único naufrágio foram 14 avistamentos), beijupirás, meros, arraias, moreias, lagostas, tartarugas, tartarugas, tartarugas…. meu Deus, perdi a conta.

No segundo dia  uma data muito marcante para mim.. . Meu mergulho de número 11.000. Com direito a foto sub comemorativa e tudo.

Isso sem contar com as 2 imersões na Corveta Camaquã… 57 metros de profundidade de puro esplendor.

Na noite de  reveillon assistimos de camarote a queima de fogos de duas praias (chique) e brindamos a chegada de mais um ano de muitos e muitos mergulhos e  mais momentos como este.

Que venha o mês de Abril…. para podermos retornar a Expedição.

Um beijo enorme em seus corações e fiquem na Luz

Joe