Fotógrafo: Claudio Dias – Local: Laje de Santos

 

O porquinho tem o corpo achatado lateralmente e a parte superior do corpo em tons de cinza para verde-oliva ao marrom, com marrom ao laranja abaixo. Focinho esbranquiçado. Barbatanas dorsal e anal são translúcidas amarelo; cauda escura. A barriga tem um apêndice visivelmente prolongada. Base da cauda com espinhos laranja, estes são maiores no sexo masculino do que no feminino.

Tem duas fases distintas: uma, com manchas esbranquiçadas grandes (C. macrocerus), o outro, sem manchas (C. macrocerus sem manchas) como o da foto. Podem atingir um tamanho de até 46 cm.

 

Habitat: Habitam os recifes de corais ou fundos rochosos, até 25 m. Eles não nadam em águas abertas, mas são encontrados entre gorgônias e esponjas. Ocorrem em pares. Se alimentam principalmente de esponjas, gorgônias e algas, mas também comem hidróides e corais.

Ocorrência: sul da Flórida e noroeste do Caribe, Bahamas. No Brasil é encontrado do nordeste brasileiro até São Paulo.

 

Fonte:

http://www.fishbase.org/

http://species-identification.org/

 

Contribuição: Tatiana Costa