São peixes que vivem em regiões tropicais e subtropicais de todos os oceanos. Têm o corpo alongado e fusiforme, boca grande, duas barbatanas dorsais bem separadas e ajustáveis a um sulco no dorso, seguidas por grupos de lepidotríquias. A barbatana caudal é bifurcada e, no seu pedúnculo, ostenta duas quilhas de queratina. Os atuns e espécies vizinhas têm um sistema vascular especializado em trocas de calor, podendo elevar a temperatura do corpo acima da da água onde nadam (peixes endotérmicos). Por esta razão, são grandes nadadores, podendo realizar migrações entre oceanos. Um atum pode nadar até 170km num único dia. Normalmente formam cardumes só de peixes da mesma idade. São predadores ativos e, do ponto de vista de reprodução, são dióicos e não mostram dimorfismo sexual. As fêmeas produzem grandes quantidades de ovos planctónicos que se desenvolvem em larvas pelágicas. Apesar de amplamente pescado para o consumo, a espécie ainda não pertence à lista de exitinção do IBAMA.