A Grande Barracuda (Sphyraena barracuda) parece um torpedo, só que de cara feia. Sua mandíbula inferior vai além da superior e seus dentes são fortes e pontiagudos.

Dá pra assustar, mas não é o que parece. Apesar de sua má reputação, ataques a humanos são extremamente raros. Comum mesmo, são  são as vezes em que elas ficam graciosamente nos observando durante os mergulhos.

São encontradas em todo o mundo, próximas as praias de oceanos tropicais e subtropicais, normalmente perto da superfície. Quando jovem são encontradas formando cardumes ao redor de recifes, onde buscam sua principal fonte de alimentação.

Adultas podem chegar aos 2 metros de comprimento e 50 kg de peso.

Solitárias, são caçadoras vorazes e atacam de uma única vez,  fazendo uso do elemento surpresa , chegando a incrível velocidade de até 43km/h – um verdadeiro torpedo.

Colaboração: Emerson Ferreira