Manter seu equipamento em perfeitas condições de uso é uma das prerrogativas de um bom mergulhador e a única forma de minimizarmos as surpresas desagradáveis causadas por problemas em equipamentos.

Para manter seu equipamento de mergulho em perfeitas condições de uso e funcionamento, manter a segurança e provir maior durabilidade, é fundamental uma boa manutenção após as imersões.

Muitos mergulhadores, por desconhecimento ou preguiça, renegam esta importante tarefa após a atividade subaquática.  Quanto à  preguiça, nada podemos fazer, depende de você,  mas não será mais por falta de conhecimento que não deixará  seu equipamento como novo após suas imersões.

Segue, portanto, algumas dicas de manutenção dos mais comuns equipamentos de mergulho.

Colete Equilibrador (BC):

Os cuidados com o colete se iniciam logo ao final das imersões do dia. Deve-se retirar o excesso de água existente em seu interior antes de ser guardado na bolsa para transporte até o local onde possa ser feita a manutenção completa.

Lave o colete externamente com água doce em abundância (um tanque grande para imersão da peça, sempre ajuda muito nesta hora). Abra todos os zíperes de bolsos, permitindo a entrada de água. Esguiche água nos velcros das cintas, bolsas de lastro integrado, bolsos, cinta abdominal e presilhas de traquéias. O colete também deve ser lavado na sua parte interior.

Para tanto, preencha o interior do colete com água (ao menos 60 % de seu volume). Esta tarefa pode ser feita pela traquéia mantendo o botão de desinflagem apertado ou, para acelerar o processo, pelas válvulas de exaustão (da tráqueia, do ombro direito ou dorsais).

Através válvulas ganha-se tempo, mas tem que se ter mais cuidado na retirada/recolocação da peça (todas possuem rosca). Depois se deve completar o enchimento do colete com ar. Com o colete cheio e as válvulas fechadas (recoloque as válvulas, caso tenha-as retirado para encher o colete), você deve virar o colete em várias direções para que a água atinja todos os pontos internos da peça.

Retire a água do colete, utilizando alternadamente cada uma das válvulas de exaustão para eliminar resíduos de sal das respectivas molas e também através da traquéia apertando os botões de inflagem automática e oral. Repita este processo ao menos duas vezes.

Após esgotar toda água, infle o colete com ar na sua totalidade e deixe-o secar à sombra, de forma que a traquéia fique em posição inferior ao corpo do colete. Passada algumas horas, sem tirar o colete desta posição, retire o ar do mesmo. Uma grande quantidade de água que escorreu em direção à traquéia deve sair da peça. Volte a insuflá-lo e coloque para secar na mesma posição. Repita a operação até que nenhuma água saia do interior do colete. Após a secagem, recoloque o colete vazio no cabide e guarde-o em lugar arejado.

Manutenção periódica: o colete deve ser levado a um técnico especializado ao menos uma vez a cada dois anos para troca de orings, lubrificação e solução de pequenos vazamentos.

Roupas de Neoprene:

Aqui está uma peça que necessita de boa manutenção para manter o mesmo conforto e o isolamento térmico de quando era nova. Começaremos com um tema polêmico: a urina na roupa. Se durante um mergulho, foi inevitável, e você acabou tendo que urinar na roupa (tal situação deve ser evitada ao máximo, portanto, antes de cair na água uma visitinha ao banheiro é sempre recomendada), deixe a vergonha de lado e, imediatamente após sair do mergulho, retire a roupa, vire-a do avesso e lave com repetidas imersões seguidas de escoamento da água. Adote este procedimento no ponto de mergulho.

Nunca deixe a urina secar na roupa, além de acelerar o processo de deterioração do equipamento, passadas algumas horas, o odor torna-se insuportável.

Em relação a manutenção de rotina, a roupa precisa ser lavada com muita água doce. Retire anteriormente à lavagem, caso existam, resíduos como areia e fluídos da fauna e flora que estejam na roupa (resultado de uma má flutuabilidade).

Depois deixe a roupa de molho em água doce por alguns minutos. Lave-a em água abundante pelos dois lados. Já existem no mercado produtos específicos para lavagem, higienização e odorização de roupas de noeprene.

Depois pendure a roupa no cabide e deixe-a secar à sombra. Quando seca vire a roupa do avesso e deixe-a secar novamente do outro lado. Guarde-a, no cabide, em lugar arejado. Evite deixar sua roupa dobrada em prateleiras, pois os vincos formados nas dobras podem se tornam permanentes.

Evite o uso de máquinas de lavar.

Manutenções necessárias: pequenos rasgos, trocas de zíperes, aumento ou diminuição da peça podem ser feitos por empresas especializadas na costura de neoprene.

Regulador:
Deve-se secar o protetor de primeiro estágio (vulgarmente conhecido como chápeu de bruxa) logo após a desmontagem da unidade scuba.

Obs.: Não é necessário secar a entrada de ar do primeiro estágio.

Depois de seco, recoloque o protetor no primeiro estágio e fixe-o com a rosca do mesmo.

Em caso de primeiros estágios DIN, basta rosquear o protetor no primeiro estágio.  Aconselho a deixar o protetor na bolsa de mergulho e nunca prendê-lo ao equipamento. Assim sempre estará seco e evita-se o risco de perda durante a imersão.

O regulador deve ser lavado em água doce abundante e depois imerso em água morna por alguns minutos para eliminação das partículas de sal de todas as pequenas reentrâncias da peça. Ação dispensável quando o mergulho for feito em água doce.

Obs.: Maior cuidado com primeiros estágios do tipo YOKE. Nem todos podem ser imersos em água, pois alguns protetores de primeiro estágio não são vedantes (vide o manual de seu equipamento). Na dúvida não o faça. Apenas lave bem o primeiro estágio com água abundante.

Nunca pressione a válvula de exaustão dos segundos estágios ou permita que o protetor de primeiro estágio não esteja corretamente colocado no lugar quando lavar o regulador. Isto permitiria a entrada de água no sistema, sendo necessária uma manutenção por técnico especializado imediatamente.

Os bocais do segundo estágio podem ser esterilizados com anti-sépticos bucais utilizados na higiene pessoal. Depois de lavado, coloque o regulador no cabide e deixe-o secar à sombra.

Manutenção periódica: o regulador deve ser levado a um técnico especializado ao menos uma vez ao ano para troca de orings e peças desgatadas (assento, pistão, diafragma, etc), lubrificação e calibragem.

Facas:
As facas exigem uma simples lavagem após o mergulho. Evite usar buchas abrasivas. Uma excelente dica é, após lavar e secar sua faca, passar uma fina película de graxa de silicone em toca a parte de metal. Não retire esta película antes dos mergulhos, ela protegerá daquelas pequenas incrustações de ferrugem comuns após as imersões.

Relógios e Computadores: 

Nunca transporte-os na bolsa de mergulho. São peças frágeis que podem sofrer com impactos. Lave-os com água doce, imediatamente após o mergulho. Se possível, deixe-os imersos por alguns minutos para eliminação de partículas de sal. Seque e guarde-os em lugar seco e arejado.

Lanternas:

Evite abrir suas lanternas nas aéreas molhadas das embarcações. Mesmo aparentando seco um banco de barco está sempre exposto a maresia e pode contaminar as pilhas e componentes da lanterna.

Quando necessitar abrir sua lanterna (no caso de um liveaboard, por exemplo) em uma embarcação, faça-o na cabine ou lugares que tenham ar condicionado.

Após o mergulho, sem abrir a lanterna para retirada das pilhas, lave-a em água abundante. Vale aqui a mesa dica dos computadores, deixando-a de molho por alguns minutos.

Seque a lanterna e depois, em local seco, pode fazer a abertura para retirada das pilhas.

Com um pano macio e úmido limpe os orings que entraram em contato com a água para retirar resíduos de sal. Após secos aplique uma camada de lubrificante específico (normalmente pasta de silicone) para garantir a durabilidade do material.

Não guarde as lanternas com as pilhas em seu interior.

Dica para armazanamento de equipamentos:

Existe um cabide especial para guarda de equipamentos de mergulho (roupa, colete e regulador). São largos e resistentes e possuem adptadores para o regulador. Não marcam e não deformam as roupas e permitem que todos os equipamentos fiquem na posição ideal para sua guarda.

Para manutenção periódica de seu equipamento, clique aqui.

Um grande abraço e fique na Luz

Joe