Este mamífero aquático, também conhecido por Manati – do Filo Chordata e da classe Mammalia – possui um robusto corpo arredondado, nadadeiras peitorais e uma grande nadadeira caudal, e pode medir até 4 metros e pesar 800 kilos. O Peixe-Boi Marinho é basicamente herbívoro – algas, aguapés, capins aquáticos, entre outras vegetações aquáticas – e pode consumir até 10% do seu peso em plantas e passar até 8 horas se alimentando por dia. Com a sua alimentação, ele controla o crescimento das plantas aquáticas e com suas fezes fertiliza as águas que habita, pois servem de nutrientes para os fitoplânctons, que fazem parte da base da cadeia alimentar. Gasta a maior parte do seu tempo dormindo em águas rasas, tanto salgada quanto doce, em profundidades de 1 a 2 metros, pois ele necessita retornar à superfície para respirar a cada 20 minutos no máximo – não possui brânquias como os peixes. Podem ser encontrados desde o litoral dos Estados Unidos até o Nordeste do Brasil. São animais de hábitos solitários, raramente vistos em grupo fora da época de acasalamento. Apesar de serem ágeis dentro d’água, são animais muito mansos e por isso, infelizmente, todas as espécies encontram-se ameaçadas de extinção.

Colaboração: Roberta Plut Raschkovsky