O peixe cabra pode chegar a ter até 61 cm. Sua cabeça é muito grande em proporção à cauda delgada. A cabeça do peixe cabra é completamente protegida por uma carapaça pesada, cheia de sulcos. As carapaças de algumas espécies têm espinhos afiados. O traço mais extraordinário do peixe cabra não é a carapaça, mas as nadadeiras. O peixe pode dobrar suas barbatanas dorsais como dois leques e encaixá-las em sulcos que tem no corpo e que são do mesmo tamanho das barbatanas. Os três primeiros raios da barbatana peitoral podem mover-se livremente. O peixe utiliza-os como falsos artelhos para repousar no fundo do mar, ou até para sua locomoção.

 

A espécie mais comum é a do peixe-cabra azul, e sua carne é a mais apetitosa. Todas as outras espécies costumam ser chamadas peixes-cabras vermelhos, mesmo que tenham outra cor. Fora da água, o peixe-cabra emite um som que parece um grunhido. Esses falsos grunhidos são produzidos pela rápida vibração da parede da bexiga atória. A bexiga natatória pode vibrar de 517 a 1 160 vezes por segundo. Todos os peixes cabras têm hábitos semelhantes. Eles se alimentam de crustáceos e moluscos encontrados na plataforma continental do Atlântico.

Colaboração:Gustavo Back