(011) 3889.7721 / (011) 3796.8666 – Celular: (011) 94725.1127 Nextel: 55*84*104742 [email protected]
Quem nunca sonhou em mergulhar com os maiores animais da Terra?

 

O maior animal existente é a baleia azul Balaenoptera musculus, podendo chegar a impressionantes 33 m de comprimento e pesar 180 toneladas.

Animais extremamente dóceis e carismáticos que com certeza povoam a imaginação de qualquer mergulhador. Pois é, estamos falando das voluptuosas baleias.

As baleias são mamíferos, mesmo que muitos achem que são peixes. Pertencentes ao grupo dos cetáceos, subdividem-se em duas classes: os Mysticetos e os Odontocetos. O nome cetáceo vem do grego ketos, que significa baleia ou monstro marinho.

Outro erro muito comum é em relação ao tubarão baleia (Rhincodon typus), que apesar do nome é um peixe, aliás, o maior peixe do mundo podendo chegar a 15 metros de comprimento.

Os cetáceos do grupo dos Mysticetos compõem a classe das verdadeiras baleias, que possuem barbatanas, ao invés de dentes, para fazer a filtragem de seus alimentos. Mas ai pode vir aquele sujeito narcosado e dizer que a Orca (Orcinus orca) tem dentes. Pois é, de fato ela possui dentes, porém a Orca não é baleia, ela pertence à classe dos Odontocetos, que são os cetáceos dotados de dentes, dos quais fazem parte os golfinhos, ou seja, a Orca é um grande golfinho. Assim como a Cachalote, a lendária baleia protagonista da história Moby Dick, escrita por Herman Melville.

Infelizmente não se pode mergulhar com baleias por dois motivos básicos, primeiro: a legislação brasileira não permite a aproximação à cetáceos, a não ser que eles se aproximem. Segundo: devido ao seu tamanho e força que, mesmo sem intenção, podem causar graves acidentes aos mergulhadores. Mas nem tudo esta perdido, pois é possível avistá-las embarcado quando se vai mergulhar.

Abrolhos que dispensa apresentação é considerado um santuário para as baleias Jubarte (Megaptera Novaeangliae), pois todos os anos entre os meses de julho e novembro elas vem para as nossas águas para se reproduzirem e procriarem. Estas baleias podem chegar a 19 m de comprimento e pesar mais de 40 toneladas. Nessa época do ano apresentam comportamento de coorte, onde realizam saltos magníficos e exposições de nadadeiras e cauda, mostrando assim um espetáculo a parte. Outro espetáculo em Abrolhos é o mergulho nas águas límpidas e quentes dessa esplêndida formação coralínea, onde podem ser avistadas mais de 15 espécies de corais formadores de recifes.

Já no litoral de São Paulo, principalmente na Laje de Santos, é possível avistar diversos tipos de baleia, sendo comumente avistadas baleias de Bryde (Balaenoptera Edeni), baleia Minke (Balaenoptera bonaerensis), baleia Jubarte e a baleia Franca. Diversos estudos já comprovaram a ocorrência destes cetáceos na Laje de Santos em todas as épocas do ano. Devemos considerar que as diferentes espécies de baleia possuem diferentes hábitos migratórios. Não é raro avistarmos, quando estamos na Laje de Santos, as baleias Jubarte em sua rota para Abrolhos, ou mesmo, a baleia Franca, que costumeiramente se reproduz na região do Estado de Santa Catarina.

As saídas de mergulho para a Laje de Santos além de poderem proporcionar um encontro com esses majestosos animais, proporcionam com certeza um ótimo mergulho com muita vida marinha e diversão.

Enquanto não podemos mergulhar com as baleias, por que não avistá-las e aproveitar para mergulhar nas águas límpidas de Netuno?

Abraços e bons mergulhos!!!

Ariel

×
Olá, posso te ajudar?