As sépias são moluscos intrigantes e uns dos animais marinhos mais inteligentes. Elas pertencem à classe dos Cephalopodes (do grego, cabeça com pés) junto com as lulas, os povos e os nautilus. São considerados os moluscos mais rápidos, pois possuem um cifão que lhe porporciona uma propulsão a jato de água. A sépia possui sentidos bem desenvolvidos e um cérebro grande comparado ao seu tamanho. Proporcionalmente possui o cérebro maior que a maioria dos peixes e répteis

A sépia possui uma concha interna que abriga sua massa viceral e que é coberta por um manto. Circundando sua cabeça elas têm oitos braços e dois tentáculos maiores com ventosas.

Esta Sepia apama é a maior espécie do seu gênero no mundo todo podendo chegar a 50 cm de comprimento de manto e pesar 10,5 kilos. Ela é encontrada na parte ocidental da Austrália em recifes rochosos, leitos de algas marinhas, areia e lama do fundo do mar chegando a uma profundidade de 100 m. Vivem no máximo 2 anos de idade e se acasalam uma única vez na vida.

As sépias têm um cardápio variado que inclui caranguejos, camarões, pequenos moluscos e até mesmo outras sépias. Ela possui uma rádula, espécie de lixa na boca, que usa para triturar os alimentos depois de capturados com seus tentáculos. A Sepia apama tem como predador um golfinho australiano que desenvolveu técnica para remover sua concha interna antes de comê-la. Ela tem hábito diurno, mas passa a maior parte do tempo escondida de predadores.

Graças aos cromatóforos, que são células presentes em sua pele, as sépias podem mudar de cor em milisecundos. São altamente comunicativas e possuem capacidade de camuflagem maior que a do camaleão. Em particular as Sepias apama usam do alto poder de camuflagem para enganar sua própria espécie. Na época de acasalamento a fêmea sempre procura pelos maiores machos e quando encontra um este faz guarda sobre ela não deixando que outros se aproximem. Um macho pequeno pode mudar de forma e cor para se parecer com uma fêmea, se aproximar do casal e uma vez aceito ele furtivamente transfere seu sêmen para a fêmea. Faz isso sobre os tentáculos do macho maior. A fêmea usa o sêmen dos dois depositados em sua bolsa para que ela fertilize e coloque um ovo por vez. Produzindo uma nova geração de grandes machos fortes e de pequenos travestis traiçoeros.

Colaboração:Adalberto Francisco Soares Júnior