É conhecida popularmente como Tartaruga de Pente, pois seu casco era utilizado para a fabricação de adornos como pentes, aros de óculos, bijuterias e talheres. Sua carapaça é elíptica com os escudos dorsais imbricados (sobreposição das escamas). A cabeça é de tamanho médio, estreita e com um bico pontudo. É a mais colorida das tartarugas marinhas. As escamas da cabeça têm margens creme ou amareladas. O arranjo das cores é diversificado: marrom, preto, vermelho e amarelo. Ao longo do plastrão há duas quilhas. O comprimento da carapaça varia de 53 cm a 115 cm quando adulta e pode chegar a pesar 150 Kg. É a mais tropical de todas as tartarugas marinhas, sendo a mais comum onde há formações recifais. Há registros de recaptura do mesmo indivíduo jovem no mesmo lugar, sugerindo um comportamento não-migratório. Com isso, ela tem áreas de alimentação tipicamente próximas às áreas de desova. A desova ocorre no verão e em poucas localidades, podendo ocorrer 1 ou 2 picos na mesma temporada. Desovam de 2 a 5 vezes por estação, colocando de 73 a 189 ovos por ninho. A incubação ocorre entre 47 e 75 dias, sendo a temperatura “ótima” entre 27º C e 33º C. Há registros de comportamentos de “tomar sol” em praias inabitadas ou pouco habitadas, tais como nas ilhas a oeste do Oceano Índico. Nudibrânquios